Foram quase 8 milhões de votos. Para ser mais preciso, 7.754.436 de pessoas votaram no Plebiscito Popular por uma Constituinte Exclusiva e Soberana do Sistema Político. Quase a população inteira de Portugal. 

Destes, 97,05% disseram querer uma reforma do sistema político, ao votarem “Sim” entre a semana do dia 1 ao dia 7 de setembro.

O resultado do Plebiscito Constituinte foi divulgado na tarde desta quarta-feira (24), durante uma coletiva de imprensa na cidade de São Paulo. 

O Centro de Informações sobre Empresas e Direitos Humanos e a Repórter Brasil produziram em conjunto um documento que apresenta aos candidatos à presidência da República propostas para elevar o padrão dos direitos humanos nas relações que envolvem o setor empresarial no país. Consulte o documento na íntegra.

Nos próximos dias, o site do PAD passará por um processo de reformulação. É possível que exista algum problema ou que você tenha alguma dificuldade para acessar alguns conteúdos por conta disso. Caso haja algum problema com o qual possamos ajudar, entre em contato conosco pelo Facebook.

Mesmo tendo tantos desafios comuns, o principal foco da primeira instituição criada pelo grupo de cinco países, o banco, será o financiamento de grandes projetos.

Na segunda-feira 14 de julho de 2014 inicia-se a VI Cúpula dos BRICS, que acontecerá em Fortaleza (14 e 15/07) e Brasília (16/07). Na capital federal ocorrerá reunião de trabalho entre chefes de Estado e de governo dos BRICS e dos países da América Latina.

Enquanto a presidente Dilma Rousseff está reunida com os chefes de Estado de Rússia, China, Índia e África do Sul, entre outros países convidados, para a Cúpula oficial dos BRICS, em Fortaleza (Ceará), um evento paralelo reúne neste momento mais de dez nações da sociedade civil muito próximo dali. Se, no encontro oficial, a grande espera é pelo lançamento do Banco dos BRICS, na reunião paralela o objetivo é formar uma agenda comum entre os cinco países que possa apontar o potencial desse grupo para o enfrentamento de problemas econômicos, sociais e ambientais, também calcados na dimensão política. Em apenas um dia de evento, já foram muitos os relatos de violações de direitos humanos apontadas por representantes dos cinco países. Entre elas se destacam o processo antidemocrático da Copa do Mundo no Brasil, o Programa Pró-Savana, que conta com investimento brasileiro em Moçambique, o avanço da mineração e a violação dos direitos das mulheres em vários países, como nas fábricas chinesas.

A publicação e o vídeo "Mercado Institucional: Avaliação de Programas no Brasil discutem as conquistas e os entraves no acesso aos programas e políticas de aquisição de alimentos produzidos por agricultores familiares e extrativistas, como o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE).

onfira aqui os números do Radar Brasil Real da Copa em imagens para serem circuladas nas redes sociais.
Versões em português e inglês.

 

A FIFA deve terminar a sua insistência "obscena" de que em países -sede da Copa, deve haver  incentivos fiscais no valor de centenas de milhões às empresas patrocinadoras do evento, pede nova campanha. O Brasil vai perder até R$ 1.174.133,34 em renúncia fiscal para os patrocinadores da Copa do Mundo, incluindo McDonalds, Budweiser e Johnson & Johnson, de acordo com a campanha da InspirAction, organização espanhola da Christian Aid.

There is a large amount of information gathered by the civil society on rights violations in Brazil, especially those related to large-scale events such as the World Cup. In order to gather these data and arguments - which are rather relevant for this moment, in which much is being said about Brazil all over the world – PAD is now publishing this collection of information, organized under subjects such as housing, urban mobility and investments.