Publicações colocam em pauta o atual modelo de desenvolvimento, destacando suas contradições nos contextos brasileiro e internacional.

Questão agrária, casos de violência no campo, demarcação de terras indígenas, reconhecimento de direitos étnicos das comunidades quilombolas, uso e contaminação de recursos hídricos com atual modelo agroalimentar, direitos sociais, debate sobre democracia, mercado de trabalho, greves, direito à educação e à saúde, violência na assistência ao parto e em espaços públicos, população em situação de rua, juventude, diversidade sexual, Estado laico e 50 anos do golpe militar.

Prefácio : Rowan Williams

Prestes a ser votado o Novo Código de Mineração Brasileiro, a Mídia Ninja une-se aos movimentos sociais para dar voz aos atingidos pelos impactos e devastação da mineração, atividade econômica que cresceu 550% nos últimos 10 anos no país. O documentário foi gravado em três estados impactados pela atividade, ao longo dos últimos 2 meses: Maranhão, Pará e Minas Gerais.

 

Assista aqui aos vídeos apresentados durante a Roda de diálogo de 2013, como subsídio à conversa sobre impressões do Brasil pós-2013.

 

Depoimento de Kathy Galloway, da Christian Aid




Depoimento de Uwe Asseln Keller, da Pão para o Mundo

Cadernos PAD- Seminário Internacional 2006

A intenção deste documento é o de ser um exercício de sistematização de um rico e amplo processo coletivo de construção de iniciativas de monitoramento dos compromissos brasileiras com a realização dos Direitos Humanos Econômicos, Sociais e Culturais (DhESC)

Both the territorial dimensions and the rich biodiversity that constitute the Amazon Forest place it in the ‘core’ of the modern world. The Amazonian territory covers 5% of the earth’s surface (7.01 million km²), houses 1/3 of the tropical forests on the planet, concentrates approximately 50% of the world’s biodiversity, and extends over the territories of 8 countries.

No contexto da campanha da Christian Aid por Justiça no Comércio, este documento, elaborado em 2003, visa fortalecer os esforços no Brasil e no Reino Unido em prol das mudanças necessárias no comércio internacional, promovendo uma melhor compreensão de como o comércio afeta a pobreza e envolvendo mais organizações brasileiras neste debate.